O CAD/CAM CIMATRON 15 apresenta centenas de recursos novos e aprimorados, destinados a permitir que os fabricantes de ferramental ofereçam ferramentais de alta qualidade de maneira mais rápida e fácil, além de reduzir custos. Novos recursos de programação NC aprimorados e automatizados permitem que as ferramentarias reduzam o tempo de programação e usinagem. Uma nova aplicação de centro-torneamento foi adicionada ao ambiente Cimatron NC, permitindo aos clientes programar centros de torneamento e tornos no mesmo ambiente que estão familiarizados. Os novos e aprimorados recursos de design de ferramental permitem que os fabricantes de moldes projetem mais rapidamente, melhorem a qualidade da fabricação e obtenham o projeto ideal dos moldes, usando recursos de projeto de resfriamento automatizados e novas recursos de análise.

APRESENTANDO O CIMATRON VERSÃO 15.

Destaques

Nova Aplicação Centro/Torneamento

Novos recursos de centro/torneamento foram adicionados ao Cimatron para usinagem mais rápida e melhor qualidade de superfície para os fabricantes de ferramentais que desejam usar o ambiente familiar e seguro do Cimatron para programar seus centros de torneamento e tornos. O torneamento com o Cimatron suporta todas as funcionalidades para desbaste, desbaste de alto desempenho (usando VoluTurn), contorno, rosqueamento interno/externo, furação, canais, rosqueamento interno e mandrilamento.

O aplicativo é totalmente integrado ao ambiente Cimatron CAM, permitindo fácil programação, simulação da máquina e pós-processamento de todo o processo NC: Fresamento, Furação e Torneamento.

 

Novos e Aprimorados Recursos de Fresamento 5 Eixos

demonstração de desbaste automatizado por fresamento 5 eixos no Cimatron 15

Desbaste de um dispositivo, usando um conjunto de
operações automáticas de desbaste 3 + 2 eixos. O material
bruto é colorido pela orientação. As direções são definidas
automaticamente pelo sistema.

Desbaste Automatizado em 5 eixos:

O desbaste otimizado para multi-direções agora pode ser programado e calculado de forma integral e automática pelo sistema para remoção máxima de material em tempo mínimo de usinagem a partir das melhores direções selecionadas. Os usuários agora podem permitir que o sistema calcule o desbaste de peças complexas.

Redução de Raios Guiada em Vários Eixos:

com um clique de um botão, o sistema calcula movimentos otimizados de limpeza em várias direções, levando em consideração o formato da ferramenta e do suporte para proteger contra possíveis colisões.

representação de limpeza de canto no fresamento 5 eixos pelo Cimatron 15 CAM

Imagem ampliada de uma limpeza de canto, usinado em uma
orientação inclinada de 3 +2 eixos. A orientação foi calculada
automaticamente pelo sistema, como parte da função
de inclinação automática da limpeza guiada.

Representação de um caminho de ferramenta geod´rsico 3 eixos dom passo 3D no software Cimatron CAM

Um caminho de ferramenta geodésico de 3 eixos com passo 3D de ponta a ponta em uma cavidade de aço, sem reentrada, para obter a melhor qualidade de superfície
sem marcas de aproximação e recuo.

 

Acabamento Avançado, nova Tecnologia Geodésica no CIMATRON 15:

um novo caminho de alta qualidade calcula um passo 3D uniforme em peças complexas. Inclui suporte para curvas guia, usinagem negativa e considera o suporte para evitar colisões. Os usuários podem usá-lo para caminhos de ferramenta de 3, 4 e 5 eixos, geralmente usados ​​para peças que requerem acabamento superficial de alta qualidade, como núcleos de molde e matriz e/ou casos em que um caminho de ferramenta contínuo começa do início ao fim sem a necessidade de novas entradas.

 

Nova Rebarbação Automática em 5 Eixos:

programe automaticamente as operações de rebarbação selecionando a geometria, superfícies ou um modelo inteiro. O percurso considera os limites do eixo da máquina e o suporte para criar uma trajetória livre de colisões. Os usuários podem usá-lo para trajetórias de 3, 4 e 5 eixos, por exemplo em gabaritos e dispositivos.

 

Automação e Aprimoramentos
de Usinagem de Placas no CAD/CAM Cimatron 15

Um desbaste eficiente nos cantos é feito com o novo mergulho de cantos, onde o material é removido cortando para baixo, incluindo uma opção para avançar as passadas.

Um desbaste eficiente nos cantos é feito com o novo mergulho de cantos, onde o material é removido cortando para baixo, incluindo uma opção para avançar as passadas.

Aprimoramentos na usinagem de chapas. Embora a usinagem de chapas seja considerada um conjunto de operações bastante simples de 2,5 eixos, ela consiste em muitos procedimentos com muitos parâmetros de programação que podem exigir um longo tempo de programação. Recursos novos e aprimorados foram adicionados à versão 15, a fim de automatizar e reduzir o processo de programação e obter um caminho de ferramenta seguro e eficiente.

Isso inclui:
- Reconhecimento de geometrias para fabricação
- Gerenciador de Alojamento, Canal e Furo
- Template para Alojamentos
- Furação automatizada, incluindo sequências de furação
- Desbaste de Alojamento
- Mergulho nos cantos (novo)
- Perfil Sem Colisão
- Perfil Helicoidal

Representação de andamento na ferramenta matriz da tampa de motor de carro utilizando uma fresa de segmento circular no Software Cimatron 15

Acabamento na ferramenta de matriz da tampa de motor de carro usando uma fresa de segmento circular com diâmetro de 20 mm, o tempo de usinagem pode ser reduzido em 10% de 132 horas para 119 horas em comparação com o uso de uma de ferramenta esférica.

 

Ferramentas de Segmentos Circulares no Acabamento:

Ferramentas Barril, lente, oval e agora as ferramentas de corte de segmentos de 3 raios também podem ser utilizadas pelas estratégias do caminho da ferramenta do Cimatron. O uso de qualquer uma dessas ferramentas reduzirá o tempo de usinagem, alcançando ainda melhor qualidade da superfície.

Outros Novos e Aprimorados Recursos
NC para Ferramentas de Corte

Controle e Previsibilidade da Haste e do Suporte:

A percepção e controle sobre a segurança e o cálculo dos parâmetros de haste e do suporte foram bastante aprimorados com um novo diálogo dinâmico. Os usuários agora podem controlar quais elementos serão considerados/ignorados usando cada tecnologia e em qual nível de precisão.
A capacidade de controlar e entender melhor a influência e o comportamento dos diferentes parâmetros permitirá gerar o percurso desejado.

Novo Procedimento Utilitário:

Um novo procedimento no gerenciador de processos permite aos usuários definir e salvar comandos e comentários que não gerará um caminho da ferramenta, como “abrir porta”, “mover para” etc. Eles serão salvos no gerenciador de processos e processados ​​pelo pós-processador para o código G.

Opções adicionais de Refrigeração:

Agora os usuários podem definir e controlar tipos de refrigeração adicionais a serem utilizados na máquina CNC. Este inclui a opção de selecionar vários tipos de refrigeração.

Novo diálogo de haste e suporte do Software Cimatron 15 que permite melhor controle do usuário e totais informações transparentes sobre os diferentes componentes de montagem da ferramenta

Um novo diálogo de haste e suporte permite melhor controle do usuário e total informações transparentes sobre os diferentes componentes da montagem da ferramenta incluindo os corpos de haste, extensão e suporte, para considerar ou ignorar, para segurança e para comprimento mínimo com exibição interativa.

Compensação 3D da Ferramenta de Acabamento:

Nos casos em que a peça requer dimensões de alta precisão, era comum na fábrica executar vários ciclos de fresamento e programação até que o resultado desejado seja alcançado. Isso costumava ser um longo processo de programação que ocupava o programador NC.
A nova funcionalidade de compensação 3D da ferramenta permite que o operador CNC modifique o parâmetro de compensação da ferramenta no controlador da máquina sem a necessidade de obter um novo programa do programador NC.

Acabamento por 4 Ângulos de Limite:

Os usuários agora têm melhor controle sobre a variação dos ângulos para as áreas verticais e horizontais. Este pode ser utilizado nos casos em que os usuários desejam excluir uma área plana horizontal ou ao utilizar ferramentas de segmentos circulares.

 

Usinagem Rápida com Ferramentas de Corte
de Segmentos Circulares e AFC Aprimorado

Controle de Avanço Automático Aprimorado (AFC) em Desbaste:

Permite otimizar o material bruto a ser removido controlando automaticamente a taxa de avanço, resultando em movimentos mais suaves e seguros, menor
tempo de desbaste, mudanças menos drásticas no fuso e eixos da máquina CNC e maior vida útil da ferramenta.

A partir do CIMATRON 15 possibilita Operações de Desbaste, Acabamento e Limpeza de cantos:

Os usuários agora podem criar movimentos arredondados em todo o caminho da ferramenta nos cantos e conexões, resultando em um movimento de usinagem mais suave, menos vibrações e maior vida útil da ferramenta.

Projeto e Fabricação de Canais
de Refrigeração no CAD/CAM Cimatron 15

A aplicação de Refrigeração foi dramaticamente aprimorada nesta versão, enquanto continuamos a suportar ambientes de uma fabricação mista / híbrida com solução subtrativa e aditiva. Uma mistura dos recursos de refrigeração tradicional e conformal permitem ao projeto ter eficiência, resultando em menor tempo de ciclo de projeto e melhor qualidade das peças devido à redução da deformação.

Representação da nova análise rápida de novos canais de refrigeração com base na distância entre faces e canais de refrigeração do Software Cimatron 15 CAM

Um mapa de cores das distâncias entre
faces da peça e canais de refrigeração

 

Novas Ferramentas de Análise para Refrigeração Conformal:
Análise de Saliência:

Garante que não haja áreas internas nos canais de refrigeração que falharão durante a impressão.

Análise e Otimização da Distância:

identifique áreas onde os canais podem estar muito próximos ou muito distantes das paredes do inserto e os ajusta automaticamente.

Refrigeração Conformal | Licença para não usuários Cimatron

Uma licença autônoma para projeto de refrigeração conformal é oferecido para ferramentarias que utilizam outro software para projeto de moldes ou conformes para projeto de impressão de refrigeração, com todas as ferramentas necessárias para concluir o projeto.

Projeto de Refrigeração Padrão

Análise de Novos Canais de Refrigeração:

Análise extremamente rápida para a eficiência de refrigeração com base na distância entre as faces e canais de refrigeração.

Projeto de Canal Conformal ficou mais simples ainda no CIMATRON 15

Representação da aplicação de refrigeração tradicional e conformal permitindo ao projeto eficiência que foi damaticamente aprimorada no software Cimatron 15

Canal Conformal de resfriamento gerado automaticamente

Uma nova aplicação de resfriamento conformal. As vantagens de usar resfriamento conformal é claro em casos relevantes, mas o projeto dos canais de resfriamento conformais utilizados precisam de experiência e know how. Com o novo lançamento, qualquer fabricante de moldes poderá gerar canais de resfriamento conformais com rapidez e facilidade usando ferramentas automatizadas. Horas de trabalho de projeto podem se transformar em minutos. Os usuários podem controlar e modificar os resultados automatizados ou criar seu próprio projeto de canal muito mais fácil.

Recursos adicionais de Projeto de Molde

Correção de molde:

Compensação de Deformação: Uma nova funcionalidade permite obter o modelo real da peça moldada (por injeção da peça e escaneá-la ou de um sistema de simulação) e alterar o projeto do molde para compensar a deformação, de modo que a peça final moldada se ajuste às dimensões e tolerâncias necessárias.

Representação do Desvio entre peças simulada e modelo de peças reconhecido e compensado por empenamento no Software Cimatron 15 CAM

Desvio entre peça simulada e modelo de peça
reconhecido e compensado por empenamento

 

Nova análise de Direção:

O sistema agora pode fornecer uma rápida análise para encontrar automaticamente a melhor orientação para a abertura de direção do molde (uma etapa inicial crucial do projeto do molde) com a menor quantidade de negativos. Isso é especialmente útil para peças com uma linha de separação ambígua ou difícil de encontrar (por exemplo - tubos automotivos).

A Engenharia Concorrente ou Simultânea, surgiu com o avanço da sociedade trazendo novas tecnologias e produtos cada vez mais complexos resultando no lead time para desenvolvimento de produtos. Ocorre então o aumento da competitividade empresarial, com produtos lançados cada vez mais rápido, espaços de tempo curto para a grande complexidade de projetos. Então no início dos anos 80, surgiu uma das soluções que foram adotadas por várias empresas, foi o aumento do paralelismo das atividades de desenvolvimento, ou seja, tornar mais próximo possível as atividades realizadas para criação de produtos diferentes. Na maior parte esses processos eram realizados somente nos pós aprovação do novo produto. Essas atividades foram reformuladas para que pudessem ser iniciadas antes mesmo do ciclo que o produto passa antes de ser aprovado.

Foi então em 1982 que a DARPA (Defense Advanced Research Project Agency) iniciou um estudo sobre maneiras de aumentar paralelismo das atividades de desenvolvimento de produtos. Esse trabalho resultou no termo conhecido como Engenharia Simultânea, e a partir desse estudo foram realizados novos estudos que vieram para ajudar no desenvolvimento desse termo e de seus métodos.

DEFINIÇÃO DE ENGENHARIA RECORRENTE

Na publicação do seu estudo, em 1988, a DARPA definiu engenharia simultânea da seguinte forma:

"Engenharia Simultânea é uma abordagem sistemática para o desenvolvimento integrado e paralelo do projeto de um produto e os processos relacionados, incluindo manufatura e suporte. Essa abordagem procura fazer com que as pessoas envolvidas no desenvolvimento considerem, desde o início, todos os elementos do ciclo de vida do produto, da concepção ao descarte, incluindo qualidade, custo, prazos e requisitos dos clientes." (WINNER et al., 1988 apud PRASAD, 1996).

Depois da publicação da DARPA sobre Engenharia simultânea, surgiram diversas outras definições. O que tornou o conceito mais extensivo, incluindo cooperação entre todos os envolvidos no desenvolvimento, incluindo recursos computacionais (CAD; CAE; CAM; CAPP; PDM) e aplicação de metodologias.

Todas as definições estão corretas, porem cada empresa deve pensar no modelo que adéqua melhor a sua situação atual e pensar em qual seus escopos de projeto.

USO DA ENGENHARIA SIMULTÂNEA

A engenharia simultânea ou concorrente pode ser usada para realização de projeto para manufatura (DFM) e de projeto para montagem (DFA). Quando o desejo é realizar a integração do planejamento do processo de produção ao produto, visando reduzir custos e simplificar a fabricação de um componente, peça ou sistema, tem-se então o projeto voltado para a manufatura (DFM).

As regras das diretrizes da DFM, aplicadas ao projeto, estão listadas abaixo:

Os objetivos do projeto voltado para montagem (DFA) são:

COMO AS FERRAMENTAS CAD, CAE, CAM E CAPP AUXILIANDO NA ENGENHARIA SIMULTÂNEA

Sem Engenharia Simultânea:

Com Engenharia Simultânea:

Apenas aplicar as soluções de engenharia não quer dizer necessariamente melhoria no ciclo de desenvolvimento em engenharia simultânea, sem a devida gestão os resultados são apenas aumento de produção nas operações separadas, existe a necessidade de fazer a empresa “conversar” entre setores e etapas da produção. Desta forma não resultando em ganhos significantes, pois o retrabalho e perdas vai continuar existindo, devido a erros de projeto.

A integração dessas ferramentas tecnológicas (CAD, CAE, CAM e CAPP) proporciona a interação entre engenharia e projeto – projeto e processos, respectivamente, facilitando a comunicação entre os membros da equipe de projeto.

As informações são melhores aproveitadas do projeto para a engenharia e para o processo, o que permite realizar a simulação mais rapidamente e definir o processo de acordo com as alterações realizadas nas simulações. O uso desse sistema permite a integração, facilitando modificações pontuais na engenharia, no projeto e no processo, mantendo o trabalho que já foi realizado anteriormente.

A integração feita via features viabiliza a automação ou a semi automação das modificações entre as etapas do ciclo de desenvolvimento. Pacotes de CAE, CAD ou CAPP que possuam sistemas especialistas do tipo DFMA são capazes de fazer contínua avaliação do projeto desde a sua fase de concepção, por meio de mecanismos de avaliação da manufaturabilidade. A automação e a integração, dentro do escopo da engenharia simultânea, resultam em melhores desempenhos individuais nas atividades do ciclo de desenvolvimento e em reduções de tempo e de custo no processo projetivo como um todo.

A ENGENHARIA CONCORRENTE E SIMULTÂNEA

A Engenharia Simultânea é um plano industrial que tem sido utilizada para reduzir o tempo de desenvolvimento de produtos, unir esforços de diversos profissionais com diferentes especialidades, que trabalham em grupos de forma cooperativa, sendo que para sua implantação torna-se necessário o entendimento a fundo das ferramentas que integram a estrutura do desenvolvimento de produto, fazendo com que seu lead time seja sensivelmente reduzido.

As empresas que buscam sobrevivem no mercado atual tem que ser flexíveis para que possam se adaptar as mudanças que estão ocorrendo e assim conseguirem inserir novos produtos no mercado de forma rápida, mas não deixando a qualidade de lado. Para ter sucesso no mercado o seu produto precisa atender as necessidades e expectativas do cliente.

A maior vantagem é competitiva, levando em consideração que com a engenharia simultânea a empresa consegue produzir produtos cada vez melhores, mas também reduzir significativamente o seu tempo de desenvolvimento. Fazer com que todas as etapas da produção interajam entre si é essencial para a empresa ter sucesso e executar com maestria a engenharia concorrente ou simultânea.

Para obter o melhor retorno de seu investimento em equipamentos avançados, a Muriaço mudou de um sistema com softwares CAD e CAM separados para um software integrado e associativo (produto CIMATRON da 3DSystems) para obter ganhos de eficiência.

Como muitas outras industrias mecânicas, a Muriaço do Brasil (Moóca, São Paulo) enfrenta pressões cada vez maiores devido à diminuição dos prazos de entrega.

"Cada cliente que temos levaria as coisas em uma semana ou duas, se pudéssemos fazê-lo", diz o gerente de engenharia Carlos Albanez. "Todo mundo quer tudo amanhã."

Para reduzir os prazos de entrega, a empresa cada dia está investindo mais em equipamentos, máquinas CNC e novas metodologias e tecnologias.

Para obter o melhor retorno de seu investimento em equipamentos, a Muriaço adotou o software CIMATRON da 3DSystems. Antes do CIMATRON, a empresa usava sistemas CAD e CAM separados, que não só careciam de recursos, mas também exigiam transferências de arquivos entre as soluções de software, o que prejudicava a eficiência geral.

O projeto integrado e as capacidades de fabricação do CIMATRON suportam um processo mais simplificado que permite à empresa passar mais rapidamente do modelo de peça CAD, para programação NC, para simulação e verificação e, finalmente, para a peça acabada.

O valor do software CAD/CAM integrado

Considerando que a empresa fez a mudança para o CIMATRON principalmente por causa de sua capacidade de modelagem integrada, e de suportar de ponta a ponta, desde o orçamento de ferramental, produtos, projeto, método de progressão, tira, modificações, e análises CAE (tais como spring-back, ponto de ruptura, afinamento de chapa e compensação da deformação).

Assim, existem cinco recursos avançados do sistema de software que as empresas podem aproveitar no CIMATRON, que é um software CAD e CAM integrado:

1. Projeto para Manufatura

“Os clientes enviavam modelos CAD que não podíamos usinar: as faces não eram tangentes, ou tínhamos que colocar superfícies de verificação, etc.”, diz ele. “Com os recursos de modelagem do CIMATRON, podemos facilmente corrigir a geometria ruim, remover recursos e fazer o que for necessário para otimizar os modelos de peças digitais para usinagem.”

Para isso acontecer, o CIMATRON suporta um conceito de modelo mestre que permite que a MURIAÇO prepare e otimize modelos de peças para o CAM enquanto deixa a peça original intacta. Em muitos casos, a empresa propõe modificações para melhorar a manufaturabilidade - um serviço importante que melhora a colaboração com os clientes e permite que a empresa ofereça cotações mais competitivas.

2. Modelagem de Configuração de Máquina CNC

A Pro Tork também usa os recursos de projeto de montagem do CIMATRON para modelar a configuração completa da máquina, incluindo acessórios, ferramentas, calços, morsas e outros itens. Com essa abordagem, a empresa pode criar um modelo digital totalmente detalhado e preciso do ambiente de usinagem que agiliza o processo de programação NC.

"Quando começamos, toda vez que recebíamos um novo trabalho, tínhamos que começar do zero para construir um novo bloco de elevação ou um novo acessório ou grampo", diz Luiz Almeida, gerente de engenharia e ferramentaria. “Mas com o CIMATRON, nós salvamos e organizamos todos os componentes, então agora podemos extrair montagens complexas de gabaritos e reutilizá-las para outros trabalhos. É muito raro agora construir ferramentas especializadas para um trabalho ”.

 

3. Usinagem em 5 Eixos

A Pro Tork faz uso extensivo dos recursos avançados de usinagem de cinco eixos do CAD/CAM Integrado CIMATRON para fornecer peças complexas com acabamentos de superfície de qualidade. Para peças com geometria complicada, a empresa descobriu que a chave para a eficiência de cinco eixos é ter uma representação precisa - um gêmeo digital - de todo o processo de configuração e usinagem da máquina.

“Para nós, era fundamental ter todos os modelos de todos os equipamentos - todos os suportes, a peça em sua localização precisa na máquina, tudo no CIMATRON combinando com tudo na máquina”, diz Luiz Almeida. “Para a maioria da usinagem de cinco eixos, usamos a capacidade do eixo da ferramenta de inclinação automática”, diz ele.

É fácil criar um caminho de ferramenta de três eixos e permitir que o software CIMATRON incline a ferramenta para que possamos facilmente usinar peças difíceis usando a usinagem de 5 eixos.”

4. Fresamento Adaptativo ou Usinagem Dinâmica (VoluMill)

O fresamento adaptativo ou usinagem dinâmica é uma estratégia de usinagem de alta velocidade projetada para ser idealmente adequada para remover grande quantidade de material, seja SAE 1045 até materiais endurecidos como aço (55Hrc), e materiais ligados como inconel e titânio.

Como o fresamento adaptativo utiliza uma grande profundidade axial e uma pequena profundidade de corte radial para manter a espessura consistente do cavaco e reduzir o tempo de usinagem.

“Estamos agora usando fresamento adaptativo para toda a usinagem de alta velocidade”, diz Rafael de Lima, da FIME Ferramentaria. “Eu posso programar uma operação em um décimo do tempo comparado ao nosso software anterior

Esses caminhos de ferramentas suaves encurtam o tempo de ciclo usando velocidades de corte mais altas. Mas o principal benefício é que podemos prolongar a vida útil da ferramenta em até 400%.

Assim, a vida útil da ferramenta mais longa e mais previsível nos ajuda a reduzir o tempo de fabricação geral porque não estamos mudando as ferramentas com tanta frequência e não estamos parando as máquinas CNC para verificar as ferramentas. Muitas pessoas subestimam esse tempo.

5. Simulação e Verificação do Caminho da Ferramenta

Os recursos de simulação e verificação de usinagem do CIMATRON, usados ​​em conjunto com o gêmeo digital da configuração de usinagem, dão à Pro Tork mais confiança em seus programas NC.

“A simulação integrada significa que não estamos precisando mudar para outro programa para verificar o código G”, diz Luiz Almeida. “Está tudo completo e tudo em um software, por isso, se fizermos uma alteração, podemos verificá-lo instantaneamente. Tudo o que vemos no CIMATRON é exatamente como a máquina funciona, até a maneira como a máquina gira sob certas condições ”.

Visando isto, para todas as suas máquinas, o Pro Tork usa o CAD e CAM CIMATRON integrado para gerar programas NC otimizados para todos os comandos. As simulações do CIMATRON aproveitam todos os detalhes do gêmeo digital, incluindo o código do comando da máquina. "Ter tudo preparado no software economiza até 50% do tempo de espera, dependendo da complexidade do trabalho", diz Luiz Almeida. “Temos total confiança em nossos programas e eliminamos testes.”

 

Eficiência de fabricação vem da colaboração

A empresa também aproveitou o software para facilitar a reutilização de conhecimentos de usinagem e melhores práticas. Os modelos de processo no CIMATRON permitem que os programadores reaplicem parâmetros de usinagem de um trabalho para outro. “Podemos criar grupos de geometria com uma sequência de caminhos de ferramenta, como desbaste, semi-acabamento, acabamento e chanfros. Tudo o que você precisa fazer é selecionar um recurso e o CIMATRON aplica todos os parâmetros - como usinar cavidades, como usinar os cantos ... Todos os outros caminhos da ferramenta ainda estão lá. Podemos programar até 90% mais rápido usando o CIMATRON”.

Assim para fornecer a documentação da fábrica, como planilha de processos e listas de ferramentas, a Pro Tork conta com o NC Report, para gerar folha de processos personalizado no CIMATRON, desenvolvidos pela FIT Tecnologia Ltda.

"Trabalhamos com a Folhas de Processos NC, para personalizar um modelo de instrução de trabalho adaptado ao nosso fluxo de trabalho e para criar relatórios NC com base em minha opinião", diz Luiz Almeida.

“Podemos simplesmente selecionar um botão de menu para criar um PDF de instruções de trabalho que sejam completamente personalizadas para nossos requisitos.”

A FIT também suporta a Pro Tork e a Muriaço com tarefas de pós-processamento e simulação.

O envolvimento da Pro Tork e Muriaço com a FIT Tecnologia chegou ao ponto de influenciar o desenvolvimento do software.

"Percebemos que o desenvolvimento da 3DSystems tem implementado novas funções de programação NC em um ritmo acelerado", diz Luiz Almeida.

“Nossas sugestões são levadas em consideração na 3DSystems, podemos revisar e influenciar o desenvolvimento do software CIMATRON. Por exemplo, como resultado de visitar nossa empresa e discussões regulares, a CIMATRON adotou elementos de nosso feedback para as novas funcionalidades do CAD e do CAM”, diz Carlos Albanez.

Gostou? Então acompanhe nossas páginas no LinkedIn e no Facebook para sempre receber nossos conteúdos em primeira mão.

Excelentes oportunidades de trabalhos estão surgindo neste ano para programadores CNC e pensando nisso a FIT lança novos treinamentos EAD que capacita o aluno em programação de Tornos CNC com o software GIBSBCAM.

Com o treinamento de programação de torneamento o aluno aprende a utilizar o GibbsCAM para Tornos CNC 2 Eixos. Assim, ao fim do treinamento de 24 horas, o participante terá utilizado as estratégias de faceamento, desbaste externo/interno e acabamento externo/interno, operações de furação, corte, canal e sangria. Além disso, serão aprendidas ferramentas de processo, como biblioteca de ferramentas de corte e também gerar programas NC através do pós processamento. No treinamento, possui avaliações e o aluno sendo aprovado recebe a Certificação de Programador CAM de Tornos CNC 2 Eixos.

FIT amplia o aprendizado na modalidade EAD

Pensando em preparar melhor o profissional, a FIT está criando novos conteúdos EAD para facilitar o aprendizado dos alunos. Estes agora podem fazer o treinamento no horário, local e quando puderem. Além do módulo de torneamento, estão disponíveis o treinamento CIMATRON: Desenhista Projetista CAD 3D, que ensina modelar em 3D com superfícies, sólidos e curvas, desenvolver montagem e detalhar em 2D todo o projeto. Com carga horária do pacote é de 24 horas.

Outro treinamento que entrou na lista EAD é o de CIMATRON: Programador CAM de Centro de Usinagem CNC com 24 horas de duração. Neste curso, por exemplo, o aluno aprende a desenvolver variadas estratégias de usinagem para fabricação de moldes, matrizes, eletrodos, placas com alojamentos e furos, e até como programar a partir de desenho 2D em formato DWG importado do AutoCAD/Inventor.

Está disponível também ao profissional acesso ao treinamento FIKUS: Programador CAM de Eletroerosão a Fio EDM CNC, onde conhecerá como programar máquinas de corte a fio EDM, a partir de uma geometria 3D ou detalhamento 2D. Sem necessidade de limpar o desenho, programar qualquer geometria usando os 2, 4 ou 5 eixos de sua máquina de eletroerosão. Sendo de qualquer modelo Agie, Charmilles, Sodick, Ona, Fanuc, Mitsubishi, dentre outras excelentes fabricantes.

Preços e condições de aquisição

Em suma, o treinamento de GibbsCAM: Programador CAM de Tornos CNC 2 Eixos pode ser comprado com desconto no site parcelado sem juros no cartão de crédito VISA ou Master. Conteúdo programático e mais informações disponíveis no menu Treinamentos.

Acompanhe nossas páginas no Facebook e no LinkedIn e fique por dentro de todos nossos conteúdos!

Excelentes oportunidades de trabalhos estão surgindo neste ano para programadores CNC e pensando nisso a FIT lança novos treinamentos EAD que capacita o aluno em programação de Tornos CNC com o software GIBSBCAM.

Com o treinamento de programação de torneamento o aluno aprende a utilizar o GibbsCAM para Tornos CNC 2 Eixos. Assim, ao fim do treinamento de 24 horas, o participante terá utilizado as estratégias de faceamento, desbaste externo/interno e acabamento externo/interno, operações de furação, corte, canal e sangria. Além disso, serão aprendidas ferramentas de processo, como biblioteca de ferramentas de corte e também gerar programas NC através do pós processamento. No treinamento, possui avaliações e o aluno sendo aprovado recebe a Certificação de Programador CAM de Tornos CNC 2 Eixos.

FIT amplia o aprendizado na modalidade EAD

Pensando em preparar melhor o profissional, a FIT está criando novos conteúdos EAD para facilitar o aprendizado dos alunos. Estes agora podem fazer o treinamento no horário, local e quando puderem. Além do módulo de torneamento, estão disponíveis o treinamento CIMATRON: Desenhista Projetista CAD 3D, que ensina modelar em 3D com superfícies, sólidos e curvas, desenvolver montagem e detalhar em 2D todo o projeto. Com carga horária do pacote é de 24 horas.

Outro treinamento que entrou na lista EAD é o de CIMATRON: Programador CAM de Centro de Usinagem CNC com 24 horas de duração. Neste curso, por exemplo, o aluno aprende a desenvolver variadas estratégias de usinagem para fabricação de moldes, matrizes, eletrodos, placas com alojamentos e furos, e até como programar a partir de desenho 2D em formato DWG importado do AutoCAD/Inventor.

Está disponível também ao profissional acesso ao treinamento FIKUS: Programador CAM de Eletroerosão a Fio EDM CNC, onde conhecerá como programar máquinas de corte a fio EDM, a partir de uma geometria 3D ou detalhamento 2D. Sem necessidade de limpar o desenho, programar qualquer geometria usando os 2, 4 ou 5 eixos de sua máquina de eletroerosão. Sendo de qualquer modelo Agie, Charmilles, Sodick, Ona, Fanuc, Mitsubishi, dentre outras excelentes fabricantes.

Preços e condições de aquisição

Em suma, o treinamento de GibbsCAM: Programador CAM de Tornos CNC 2 Eixos pode ser comprado com desconto no site parcelado sem juros no cartão de crédito VISA ou Master. Conteúdo programático e mais informações disponíveis no menu Treinamentos.

Acompanhe nossas páginas no Facebook e no LinkedIn e fique por dentro de todos nossos conteúdos!

Rota 2030: A revolução da indústria automotiva nacional

Depois de meses, o Congresso Nacional finalmente aprovou a Medida Provisória nº843, vulgo projeto Rota 2030

Com a finalidade de desenvolver a indústria automotiva nacional, o Rota 2030 é um projeto que traz novas regras para a fabricação e comercialização de automóveis em território nacional para os próximos 15 anos.

É um conjunto de regras que determinam o quanto os fabricantes precisam investir, afim de desenvolver tecnologicamente os modelos fabricados no Brasil.

Mas afinal, você sabe o que é o Rota 2030?

Sabe como pode impactar a sua empresa?

Neste post, você encontrará tudo o que precisa saber sobre o Rota 2030

Como funcionará o Rota 2030

O projeto têm como objetivo, o desenvolvimento de nossos automóveis

Para isso, prevê redução de IPI para os produtos que atingirem as metas estabelecidas

As metas a serem atingidas pelas fabricantes são metas de eficiência energética, segurança veicular, e

Rota 2030 pode dar incentivo para empresas desenvolverem tecnologias para carros elétricos

principalmente, em pesquisa e desenvolvimento. como é o caso dos carros híbridos e elétricos.

O incentivo à pesquisa é um dos principais pontos do Rota 2030.

Assim sendo, os fabricantes que investirem ao menos R$5 bilhões anualmente em P&D, terão concessão de até R$1,5 bilhão.

Resumindo, é um incentivo de 12% do montante investido em P&D no Brasil, para ser compensado no pagamento de imposto de renda das fabricantes.

São diretrizes que cada empresa deve optar se vai aderir.

Mas, devido ao prazo longo, possibilita mais oportunidades às empresas em diferentes estágios de engenharia própria no país.

A intenção do Rota 2030 é atrair parte dos investimentos que hoje feitos no exterior e alavancar a indústria nacional.

Mas só as fabricantes de automóveis são beneficiadas?

O projeto prevê benefícios à esse setor industrial, porém, a industria automotiva é apenas a "ponta do funil".

O impacto benéfico transcorre para diversos outros setores, como por exemplo: empresas que prestam serviços de RH, ferramentarias, fabricantes de máquinas e equipamentos, etc.

Se uma fabricante de automóveis investe em desenvolvimento, consequentemente, precisará de novas peças, de novos ferramentais, novas máquinas, etc.

Analisando superficialmente, ferramentarias, fabricantes de maquinário, e empresas de autopeças têm oportunidades de novos negócios e lucratividade.

Concluindo, não é apenas as fabricantes de automóveis que são beneficiadas, o benefício impacta toda uma cadeia de setores.

Fabricantes de ferramental serão diretamente impactados

O setor automotivo ocupa grande parte da demanda de ferramentais.

Portanto, o incentivo às fabricantes automotivas impacta diretamente as ferramentarias.

E, além dos benefícios do Rota 2030, o Governador do estado de São Paulo assinou um decreto que prevê a devolução de parte do ICMS às indústrias automotivas que comprarem das ferramentarias instaladas no estado.

Ferramentarias devem estar preparadas

Com o Rota 2030, ferramentarias serão diretamente impactadas

Com expectativa de um aumento de novas demandas, as ferramentarias precisam estar preparadas para suprir as necessidades do mercado.

Ter parque de máquinas atualizado e de qualidade faz com que a ferramentaria ganhe vantagem em relação aos concorrentes.

E, acima de tudo, devem também investir em software especializado capaz de realizar qualquer projeto, seja este de grande porte ou micro-molde, e também sua fabricação.

Há diversos softwares CAD/CAM no mercado, porém, poucos são efetivos na hora de atender a todo o fluxo da ferramentaria.

A ferramentaria que investir tanto em máquinas CNC de alta performance como em um software especializado, conseguirá, sem dúvidas, atender qualquer aumento de demanda de seus clientes.

Logo, neste novo cenário que esperamos, só quem realmente se preparar conseguirá os melhores negócios e terá disponibilidade de horas máquina para executá-los.

 

Mas qual impacto para o consumidor final?

O foco do Rota 2030 não é diminuir o preço de automóveis para o consumidor final.

O projeto é focado em alavancar o investimento em pesquisa e desenvolvimento no Brasil.

E com o investimento em P&D, o acesso a veículos híbridos e elétricos pode ser facilitado, produto que hoje é pouco acessível.

Como resultado, o principal beneficio ao consumidor é o acesso a automóveis com o mesmo padrão de mercados desenvolvidos.

 

Fontes: Congresso Nacional. Senado Noticias, Jornal do Comercio

 

Ferramentaria, o que um fabricante de ferramental faz?

Ferramentaria ou fabricantes de ferramentas e matrizes são uma classe da indústrias de usinagem que produzem gabaritos, acessórios, matrizes, moldes, máquinas-ferramentas, ferramentas de corte, dispositivos e outras ferramentas usadas nos processos de fabricação.

Dependendo da área de concentração em que uma determinada pessoa trabalha, ela pode ser chamada por variações no nome, incluindo fabricante de ferramentas, fabricante de moldes, fabricante de matrizes, montador de ferramentas ou de ferramental.

Os fabricantes de ferramental de moldes e matrizes trabalham principalmente em ambientes de ferramentaria - às vezes literalmente em uma fábrica, mas com mais frequência em um ambiente com fronteiras flexíveis e semipermeáveis ​​do trabalho de produção.

Os ferramenteiros são artesãos habilidosos que tipicamente aprendem seu ofício através de uma combinação de cursos acadêmicos e instrução prática, com um período substancial de treinamento no trabalho que é funcionalmente um aprendizado (embora geralmente não nominalmente hoje).

Arte e ciência (especificamente, ciência aplicada) são meticulosamente misturadas em seu trabalho, como também são em engenharia.

Engenharia

Os engenheiros de fabricação e os fabricantes de ferramentas e matrizes geralmente trabalham em estreita colaboração como parte de uma equipe de engenharia de fabricação.

Muitas vezes há rotatividade entre as carreiras, pois uma pessoa pode acabar trabalhando em ambos em diferentes momentos de sua vida, dependendo das mudanças de sua carreira educacional e profissional.

De fato, não houve diferença codificada entre eles durante o século 19; somente após a Segunda Guerra Mundial a engenharia tornou-se uma profissão regulamentada exclusivamente por um diploma de engenharia de universidade ou faculdade.

Ambas carreiras exigem algum nível de talento artístico, criativas e áreas de matemática e ciências.

Os operadores podem ser qualquer combinação de ferramenteiros e operadores de máquinas.

Alguns trabalhos apenas como operadores de máquinas, enquanto outros alternam de forma fluida entre tarefas de ferramenteiro e tarefas de produção.

 

Descrição do trabalho

Tradicionalmente, trabalhando a partir de desenhos de engenharia desenvolvidos por engenheiros e tecnólogos.

Os fabricantes de ferramentas apresentam o design da matéria-prima (geralmente de metal), cortando-a em tamanho e forma usando ferramentas de máquina controladas manualmente (como tornos, fresadoras, máquinas de triturar e usinagem de gabarito), ferramentas elétricas (como trituradores de matriz e ferramentas rotativas) e ferramentas manuais (como limas e brunidas).

Desde o advento da computação nos campos de manufatura (incluindo CNC, CAD, CAM e outras tecnologias auxiliadas por computador), os fabricantes de ferramentas e matrizes têm adicionado cada vez mais habilidades de TI ao seu trabalho diário.

Os fabricantes de ferramental de hoje geralmente precisam ter todas as habilidades tradicionais e habilidades digitais substanciais; esses requisitos formidáveis ​​tornam o campo difícil de dominar.

Ferramental

Ferramental normalmente significa fazer ferramentas usadas para produzir produtos. O ferramental comum inclui rolos de conformação de metal, ferramentas de corte (como brocas e fresas), acessórios ou mesmo máquinas-ferramentas inteiras usadas para fabricar, manter ou testar produtos durante sua fabricação.

Devido à natureza única do trabalho de um fabricante de ferramentas, muitas vezes é necessário fabricar ferramentas personalizadas ou modificar ferramentas padrão.

Fabricação de Estampos

Artigo principal: Estampos (fabricação)
A fabricação de estampos é um subgênero de ferramentas que se concentra na fabricação e manutenção de moldes. Isso geralmente inclui punção, matriz, réguas de aço e conjuntos de ferramental.

A precisão é essencial na fabricação de moldes; punções e aços de matriz devem manter a folga adequada para produzir peças com precisão e geralmente é necessário ter componentes usinados com tolerâncias de menos de um milésimo de polegada.

Treinamento

Embora os detalhes do treinamento variem, muitos fabricantes de ferramentas e matrizes iniciam um aprendizado com um empregador, possivelmente incluindo a combinação de treinamento em sala de aula e experiência prática.

Algumas qualificações prévias em matemática básica, ciência, ciência de engenharia ou design e tecnologia podem ser valiosas.

Muitos fabricantes de ferramentas e matrizes participam de um programa de aprendizado de 4 a 5 anos para alcançar o status de ferramenta de aprendizado e ferramenta de fabricação.

As relações empregatícias de hoje em dia diferem em nome e detalhe do arranjo tradicional de um aprendizado, e os termos "aprendiz" e "viajante" nem sempre são usados.

Mas a ideia de um período de treinamento no trabalho levando ao domínio do campo ainda se aplica.

A importância do SENAI

No Brasil, geralmente são treinados pela instituição educacional SENAI, iniciando com o curso de Mecânica de Usinagem, ou Mecânica Geral e especialização em Ferramentaria de Moldes ou Ferramentaria de Estampos.

Nos Estados Unidos, os fabricantes de ferramentas e matrizes que se formaram na NTMA (Associação Nacional de Ferramentaria e Usinagem) passaram por 4 anos de cursos universitários. Além de 10.000 horas de trabalho para concluir seu aprendizado. Eles também são credenciados pelo Departamento do Trabalho dos EUA.

Fabricante de Gabarito / Fixadores

A fabricação de gabaritos e fixadores está sob a responsabilidade de uma ferramentaria.

A diferenciação de gabaritos padrão, de fixadores é que um gabarito guia a ferramenta para a operação que está sendo executada enquanto um gabarito simplesmente protege o trabalho. Os termos são usados ​​às vezes de forma intercambiável.

Um fabricante de gabaritos e fixadores precisa saber como usar uma variedade de máquinas para construir esses dispositivos, como ter habilidades em soldagem e, em alguns casos, o conhecimento de equipamentos de trabalho em madeira, claro, com as habilidades de usinagem da classe de ferramentas.

Contudo, eles são frequentemente aconselhados por um engenheiro na construção dos dispositivos. Um amplo conhecimento de vários materiais é necessário além da madeira e do metal, como plásticos. Eles também podem criar, projetar e construir sem planos de engenharia.

Os fabricantes de gabarito / fixadores ganham experiência prática ao monitorar e fazer alterações conforme o processo de fabricação é constantemente aprimorado e revisado com / pela engenharia.

Portanto, eles também podem ser obrigados a fazer esses ajustes sem ajuda de engenharia, dependendo do tamanho da empresa.

Alguns gabaritos e acessórios exigem atuação eletrônica e pneumática, o que também envolverá conhecimento / treinamento nesses campos.

Gabaritos e gabaritos construídos adequadamente reduzem o desperdício garantindo peças perfeitamente ajustadas.

Gabaritos e acessórios podem ser tão grandes quanto um carro ou ser segurados na mão. As necessidades de produção determinam forma e função.

Gabaritos, fixadores e dispositivos são necessários para manter os padrões de qualidade para demandas repetitivas de produção de baixo e alto volume.

A tecnologia a favor da construção de dispositivos

A evolução contínua das tecnologias de projeto e controle computadorizados, como CAD / CAM, CNC, PLC e outros, limitou o uso de gabaritos na fabricação.

No entanto, todas as máquinas de execução de computador precisam de algum tipo de fixação para as operações de produção.

Por exemplo, um gabarito de broca não é necessário para guiar as brocas para os centros de furos se isso for feito em um CNC, uma vez que é controlado numericamente por computador.

No entanto, fixações ainda são necessários para manter a peça[s] no lugar para a operação necessária.

Atualmente, são necessários gabaritos em muitas áreas de fabricação, mas principalmente para produção de baixo volume.

Fonte Adaptada: Wikipédia

Moldes De Injeção Plástica De Parede Finas

Desenvolvendo moldes de injeção plástica de parede finas, A D’Angelo Moldes Especiais está no mercado há mais de 25 anos, sendo destes, 12 anos assegurando que estes sejam confiáveis, duráveis e de fácil manutenção.

Fundada por Miguel D’Angelo, seu primo e seu tio, a empresa está instalada em Poços de Caldas- MG, fabricando moldes para A Estamparia São Bernardo, AS plásticos e a Plásticos Rainha.

A empresa conta com três fresas CNC de grande porte e um torno CNC. Utilizando atualmente a solução CAD/CAM Cimatron.

Com seu foco de produção são os moldes de tubo para indústria têxtil, moldes de caixa, moldes de tampa e pote (ciclo rápido) e moldes de caixa para pão de forma. Sendo facilitada a manutenção e a troca das resistências das buchas quentes sem retirar o molde da injetora.

Website: www.dangelomoldes.ind.br

Os desafios:

moldes de injecao plasticaTal como acontece com a maioria dos produtores de moldes de injeção plástica, o mercado de moldes finos é altamente competitivo. Com os esforços contínuos das principais marcas para produzir novos modelos cada vez mais originais e complexos para competir com os grandes chineses.

Com isso a empresa deve entregar em prazos, geralmente, mais apertados e deve produzir o molde desde o seu design, projeto, e regulamentação de seus clientes.

No passado a ferramentaria trabalhava com outro programa CAM, um software antigo e limitado, muito rústico e sem muitas funções.

“Digo que 80% dos meus cabelos brancos são devidos ao antigo software” disse o diretor Miguel D'Angelo

 

A Solução:

moldes de injecao plastica

No entanto, após a saída de seus antigos sócios, o diretor da D’Angelo Moldes especiais optou pelo Cimatron e de imediato percebeu sua superioridade em relação ao programa anterior.

“O Cimatron me garante o recurso do Redesbaste, com reconhecimento de material remanescente automático e tem me auxiliado desde a minha primeira máquina em 1997” afirma Miguel, diretor da empresa.

“Sendo mais eficiente e prático o Cimatron me garante uma maior qualidade no produto final, melhora o prazo de entrega, sendo isto notado facilmente pelos clientes” disse o diretor.

 

 

Resultados:

Assim, após a implementação para o Cimatron o diretor vem notando as seguintes características na sua ferramentaria:

  • Maior facilidade de manuseio do Cimatron;
  • Aumento da competitividade com as empresas concorrentes;
  • Melhora no prazo de entrega, satisfazendo clientes e gerando menos tensão dentro da fábrica;
  • Possui a estratégia de redesbaste automático, e reconhecimento de material remanescente;
  • Garante um melhor resultado para seus clientes;
  • A empresa produz atualmente 60 moldes por ano;
  • Diminuição no tempo de usinagem, podendo fazer mais projetos por mês;
  • Maior qualidade aos moldes de paredes finas.

Do Projeto de Moldes de Injeção de Alumínio

A Moldmetal Ferramentaria, desde 2003, vem inovando na forma de atender o mercado industrial de alta engenharia através de suas soluções em segmentos como: Projeto Moldes de Injeção de Alumínio sob-pressão, Coquilhas e Moldes de Injeção para Plásticos, bem como sua construção, montagem e tryout.

Primeiramente, a empresa surgiu como um escritório de projeto de moldes e após sentir a necessidade do mercado de fabricação, a empresa começou a investir no parque de máquinas. Atualmente, atende no segmento de construção de moldes de injeção de alumínio sob-pressão, coquilhas e moldes de injeção para plástico.

Moldes de Injeção

A empresa está situada no bairro da Moóca em São Paulo, o centro do mercado mais tecnológico do país, o que gera maior facilidade no processo de desenvolvimento. E com um quadro de funcionários qualificados que geram valor agregado para a empresa, pretende investir em um prazo médio em seu parque de máquinas.

Atualmente a empresa possui:

Com estrutura altamente inteligente e funcional a Moldmetal tem capacidade de atender seus clientes em todas as etapas do desenvolvimento dos moldes dentro de sua planta em São Paulo.

Possui maquinário próprio como Tornos CNC Romi, Retíficas Planas Ferdimat, Eletroerosão por Penetração ACTSPARK, Centros de Usinagem CNC Romi, Afiadora Pórtico de 3 toneladas. Bem como softwares e microcomputadores com poder de processamento.

A Moldmetal se apresenta como quase como uma “solução bureau”, com todo o procedimento industrial aliado a um compromisso muito próximo e humano no processo produtivo.

  • 4 Centros de Usinagem
  • 2 Eletroerosão por Penetração
  • 1 Torno CNC
  • 2 Retificas Plana
  • 1 Prensa de Ajuste 60T

"Temos planos para investir em novas maquinas assim aumentando nossa produtividade, investindo em um Centro de Usinagem 5 eixos e uma Eletroerosão a Fio" Jonas Costa, Analista de Custos da Empresa Moldmetal.

ENGENHARIA

A Moldmetal utiliza hoje o que existe de mais avançado em termos de ferramentas e técnicas nas áreas de informática e manipulação de softwares, além de uma equipe técnica altamente qualificada aplicando o conceito de "Engenharia Simultânea" em todas as fases do desenvolvimento de produtos e processos. De acordo com autores renomados como Donald E. Carter, a Engenharia Simultânea "é uma abordagem sistemática para o desenvolvimento integrado e paralelo do projeto de um produto e os processos relacionados, incluindo manufatura e suporte".

Hoje, na Moldmetal este conceito tornou-se mais abrangente, e inclui a cooperação e o consenso entre todos os envolvidos no desenvolvimento de todos os processos, assim como no emprego dos recursos.

QUALIDADE

Para a Moldmetal, qualidade é um aspecto componencial do produto. Dentro de um sistema apoiado na integração colaborativa de pessoas entre departamentos, unidades de negócio, fornecedores e clientes. Nosso objetivo principal e fundamental é fornecer produtos e serviços dentro de um padrão de qualidade e pontualidade que atendam às expectativas de todos os nossos clientes e do mercado consumidor.

Assim, é a busca da evolução tecnológica de produtos e processos, através da conscientização, capacitação e envolvimento participativo de todos os nossos colaboradores que auxiliam nossa empresa na conquista de diferenciais competitivos, os quais estes que se traduzem em benefícios diretos ao cliente.

Moldes de Injeção

Desafios

Anteriormente, a Moldmetal trabalhava com um software 3D que não atendia todas suas necessidades e com o tempo acabavam resultando em problemas para a empresa. Como por exemplo, novas atualizações do software vinha com problemas no funcionamento. Isso acabava afetando o seu prazo para desenvolvimento e entrega, além da qualidade.

"Nossa missão é oferecer soluções que gerem valor para o cliente, por meio de produtos e serviços de qualidade"

30% mais desempenho na Moldmetal com CAD/CAM Cimatron

Após a implementação do Software CAD/CAM Cimatron a experiência na produção foi muito boa, com maior rapidez e agilidade. A implementação durou 2 meses, em meio a todo o suporte e treinamento oferecido pela FIT.

Assim, conforme o feedback dos usuários do Ciamtron, houve um aumento de 30% de seu desempenho comparado ao seu antigo software. Também ocorreu uma redução de 35% no tempo de usinagem e queda de 50% em retrabalho de seus projetos.

Todos esses pontos positivos garantiram uma maior agilidade no prazo de entrega e uma maior satisfação de seus clientes que foram gerados com a implementação do Cimatron.

Moldes de Injeção

Fonte: www.moldmetal.com.br/

"O antigo software mudava muitas vezes de versão, e sempre dava problema em relação a atualização. E nós buscamos um software mais consistente, mais sólido, que não gerasse tantos problemas"

Com essa maior satisfação, a sua demanda obteve um crescimento anual de 15%, o que só trás mais satisfação para a empresa.

Cimatron Moldes e Estampos permite as ferramentarias de estampos gerarem cotações 85% mais rápidas e reduzir o tempo de entrega do produto em 50% comparado a metodologias antigas.

"Graças ao Cimatron para Matrizes, nós somos capazes de ganhar mais negócios… estamos estabelecendo uma cotação em uma média de 1 hora apenas… Antes do DieDesign (Projeto de Estampos Transfer, Progressivo, Tanden), nós precisávamos de 6 horas" - Thorsten Franke, Gerente de Projeto

 

Indústria: Ferramentaria de Estampos para a indústria automotiva.

Localização: Arnsberg, Alemanha

Web Site: http://www.aekeller.com

OS DESAFIOS

- Produzir estampos progressivos complexos com um alto nível de precisão.
- Entrega de estampos de excelente qualidade para atender os altos padrões estabelecidos para componentes de produtos de segurança.
- Aumento dos níveis de produção dos estampos progressivos, mantendo o custo baixo e curtos tempos de entrega.
- Emitir cotação de trabalhos de forma rápida e precisa.

A SOLUÇÃO

Ernst Keller está usando o Cimatron integrado como solução do início ao fim para o projeto e fabricação dos estampos progressivos.

OS RESULTADOS

- A solução integrada do Cimatron e sua avançada funcionalidade específica para matrizes permitiu Ernst Keller diminuir o tempo de entrega em até 50%.
- Usando importadores nativos Cimatron para Iges e Catia, Ernst Keller é capaz de reduzir o tempo com a eliminação da necessidade de corrigir modelos 3D recebidos dos clientes.
- Graças as ferramentas de análises do Cimatron, Ernst Keller é capaz de construir matrizes de alta qualidade, reduzindo a necessidade fazer peças protótipos antes do início da produção.
- A capacidade de modelagem 3D rápida e análise rápida do Cimatron ajudou Ernst Keller aumentar a precisão das cotações de estampos / moldes e reduzir o tempo de preparação em até 90%.

Ernst Keller GmbH & Co KG é uma empresa com mais de 180 funcionários na sede de Arnsberg, Alemanha. A empresa fabrica ferramental de estampo há 20 anos, componentes particularmente para cintos de segurança e vedação de portas para fornecedores automotivos. Uma porção crescente dos produtos da empresa necessitam matrizes complexas, as quais tem sido projetada e fabricada pelo departamento de ferramentaria da Ernst Keller desde 2001.

Rua Prof. Altamir Gonçalves, 87
Jardim Gonçalves – Sorocaba/SP
CEP 18016-480
Horário: de segunda à sexta, das 8h às 12 e das 13h às 17h, exceto feriados.
© 2021 Fit Tecnologia. Todos os direitos reservados.
crosschevron-down