Qual o melhor sistema CAM?

Um executivo de software que já foi operador e programador CNC foi perguntado: Qual é o melhor sistema CAM?

Ele disse: Aquele que funciona melhor com suas peças, seu pessoal e suas máquinas. Ou seja, esse sistema reduzirá seu custo de produção.

Isso parece simplista. E é!  Pois, ele estava forçando uma olhada no quadro geral, enfatizando que a única variável que você pode controlar é o custo, e que o melhor software CAM ajudará a reduzir esse custo.

Seu raciocínio é assim:

Você recebe e entrega trabalhos para gerar receita.
Seu lucro é igual a receita menos custo.
Então, se você diminuir seu custo, você aumenta seu lucro.

Portanto, o melhor sistema CAM é aquele que ajudará a reduzir seus custos gerais.

Ou seja, o sistema que funciona melhor com suas peças, seu pessoal e suas máquinas CNC. Isso é simples. Trabalhar melhor com suas peças significa que será o mais eficiente em programá-las e gerar programas CNC eficientes para usiná-las.

Trabalhar melhor com o seu pessoal significa que ele facilitará o trabalho dos programadores e operadores e permitirá que eles usem melhor, façam mais rápido e utilizem de maneira mais confiável. Usar melhor com suas máquinas é onde muitos sistemas falham.

Porque, trabalhar melhor com suas máquinas significa gerar programas precisos e eficientes, e há softwares no mercado que pecam em não serem eficientes com alguns modelos.

Seu sistema CAM pode ter sido o melhor para suas operações quando você o comprou, mas você está sentindo que este não é mais o caso.

Você superou isso, ou a tecnologia das máquinas ficou à frente.

Agora é hora de encontrar um substituto de seu software CAM.

7 razões pelas quais você pode estar mudando seu sistema CAM

Existem várias boas razões para uma empresa de usinagem trocar seu sistema de programação CNC ou adicionar um novo sistema sem substituir nada.

1. Adição de uma máquina CNC que o sistema atual não pode programar.
2. Falta de atualizações para manter o sistema CAM atualizado com a tecnologia CNC.
3. A percepção de que a programação CNC se tornou muito complicada para você ser competitivo.
4. Introdução de um novo sistema CAD ou novo cliente cujos arquivos o sistema não pode ler.
5. Mau serviço do atual provedor de software CAM.
6. Entendimento de que a saída pós-processada não otimiza o desempenho da máquina.
7. Necessidade de consolidar a programação em um único sistema CAM padrão de fábrica para obter consistência, reduzir o suporte e fornecer portabilidade ao programador.

1. Um sistema complexo não é necessariamente um sistema poderoso.

Se você está acostumado a ver seus programadores CNC se esforçando para realizar trabalhos, você pode estar pensando que um sistema que supera seus desafios deve ser ainda mais complexo e mais difícil de usar.

Isso é um equívoco!  Pois, um sistema complicado é apenas isso, complicado.

Complexidade não indica capacidade ou poder. Sendo assim, pode significar apenas um design ruim, ou indicar que os recursos foram embutidos em um software que deveria ter sido redesenhado.

São os dez quilos de coisas em um problema de cinco quilos. Então, quando você encontra um sistema poderoso que é fácil de usar, você encontrou um sistema que otimiza-rá seu processo.

Anote-o e investigue mais.

Lembre-se: facilidade de uso e aprendizado contribuem diretamente para a redução de custos.

Logo, se novas pessoas são contratadas para a programação, um sistema que seja fácil de aprender e fácil de usar pode economizar tempo de treinamento significativo.

Também economiza os custos reais e de oportunidade do treinamento extra.

sistemas-complexos

 

2. Antes de agendar uma demonstração, tenha uma lista escrita de critérios específicos para suas necessidades.

Há coisas que você quer do novo sistema, o que deve ter e o que é bom ter. Não confie na memória para lembrá-los.

Pois, você pode ser facilmente distraído com algo no software e esquecer algo importante. Seja meticuloso.

Se você deu a lista a um vendedor, não presuma que a pessoa que demonstra o sistema a viu.

Sendo assim, para a avaliação, é mais importante que o demonstrador saiba o que você precisa e o que você quer, e não apenas o que o vendedor quer que você veja.

 

3. Um bom sistema tem ampla capacidade e é extensível para requisitos futuros.

Resista à tentação de obter um sistema que resolva apenas um problema imediato. Porque, você terá que viver com a decisão instantânea, e logo poderá procurar por sua substituição se não olhar para frente.

Para a solução que você escolher hoje, deve haver opções que você pode adicionar mais tarde, caso precise programar uma máquina mais complexa ou começar a obter arquivos de um sistema CAD diferente. Então, certifique-se de que o software possa programar facilmente suas peças para máquinas que você tem hoje, e peças ou máquinas que você planeja comprar na próxima semana ou no próximo ano e além.

O software modular pode ajudá-lo a resolver os problemas atuais e fornecer opções para uma nova máquina que tenha mais opções, uma configuração diferente ou mais eixos de movimento.

Sendo assim, se houver a possibilidade de que mais negócios atuais ou novos clientes possam justificar outros tipos de máquinas no futuro, pode ser aconselhável escolher um sistema que abranja esses tipos de máquinas hoje.

Especialização, ou até mesmo liderança, na programação dessas máquinas hoje provavelmente será uma característica que eles manterão à medida que os fabricantes de ferramentas de máquinas apresentarem avanços e novas configurações.

Se a sua fábrica tiver potencial para crescimento ou planejar a reorganização de equipamentos, o software CAM deverá ser configurável para licenciamento dentro de uma rede, com licença fixa ou flutuante.

Pois, isso lhe dá flexibilidade para adicionar estações de trabalho ou opções de software no local mais conveniente do chão de fábrica.

 

4. Um bom sistema fornece interoperabilidade para todos os principais sistemas CAD.

Você provavelmente obtém arquivos de sistemas CAD antigos e novos. Peças desenvolvidas há duas ou três décadas, ainda são feitas a partir de arquivos CAD antigos e não modificados, enquanto as novas peças são entregues nos formatos CAD mais recentes, como o SOLIDWORKS ou o Autodesk Inventor.

Se os seus clientes são empresas maiores, você pode obter arquivos dos sistemas PTC Creo Elements / Pro, CATIA ou Siemens NX. E se você faz parte da tendência atual, você provavelmente está usando um sistema CAD moderno para design e modelagem e deixando seu sistema CAM estritamente para preparação de peças e programação CNC.

E por isso, você provavelmente precisará do seu novo sistema CAM para receber arquivos de qualquer sistema CAD. Logo, o software CAM deve ser agnóstico em relação ao CAD.

Você quer flexibilidade para interoperabilidade.

5. Assista alguma programação CNC: veja se o software é bom para a fábrica, poderoso e eficiente.

Várias empresas parecem desenvolver seu software CAM do ponto de vista de desenvolvedores de CAD ou usuários de CAD.

Com isso, o resultado é uma terminologia obscura ou não padronizada, menus complicados e programação e usinagem CNC ineficientes.

Ícones vagos, terminologia imprecisa, menus excessivos, cliques do mouse e troca de páginas matam o tempo e a concentração.

Ou seja, sua produtividade acaba sendo impactada negativamente por conta do tempo perdido apenas para acessar um menu.

Vale a pena reservar um tempo para assistir a alguma programação no sistema CAM.

Para que assim, possa determinar se o sistema é eficiente e favorável à empresa. Isto é, parece que foi projetado da perspectiva dos operadores?

O software CAM afeta um trabalho desde o momento em que você recebe um arquivo CAD até o segundo em que a última peça está pronta para envio.

A resposta errada a qualquer uma das perguntas abaixo significa que um programador irá matar o tempo com o processo ou com a concentração.

Ou seja, os programas CNC não serão tão eficientes quanto poderiam ser.

Isso também pode significar que será mais difícil aprender e usar o sistema.

Mensagem Aviso Erro

 

Ponto para observar na escolha do software CAM:

 

A programação com o sistema parece complexa e difícil de aprender?

Lembre-se de que a complexidade não significa poderosa ou capaz, e isso vai lhe custar no aprendizado e, depois, custar-lhe todo o trabalho.

A interface do usuário é consistente de uma função para outra, como passar do fresamento para o fresamento rotativo ou as telas parecem diferentes à medida que você se move entre elas?

Consistência reduz a confusão e acelera o aprendizado e o uso do sistema.

Existe acesso a todas as funções para que os usuários não tenham que percorrer os menus?

Quando todas as funções são acessíveis a partir de uma única tela principal, a programação é mais rápida e fácil.

Existe uma estrutura de menu simples ou o usuário tem que percorrer uma hierarquia de menus?

Mais uma vez, trata-se de fazer o trabalho mais rápido, com um mínimo de confusão.

A terminologia reflete a de suas operações de usinagem e os ícones são fáceis de entender?

A terminologia e os ícones fáceis de achar aceleram o aprendizado e o uso.

Você pode salvar um processo de usinagem (estilo, ferramentas, parâmetros) e recuperá-lo para outro trabalho?

Esse recurso pode economizar horas de programação a cada semana, especialmente ao usinar muitas peças diferentes com recursos parciais semelhantes do mesmo material.

O software tem várias opções para diferentes processos ou o programador está bloqueado em uma opção restrita?

O programador / operador precisa de diferentes abordagens para diferentes geometrias e situações.

Se as opções forem limitadas, os trabalhos podem levar mais tempo para serem usinados e as ferramentas podem se desgastar mais rapidamente.

Um operador experiente acha que o processo que você está assistindo é semelhante ao seu processo de pensamento ao usinar?

Caso contrário, diminuirá a programação e poderá resultar em um caminho de ferramenta menos eficiente.

Um operador acharia o sistema versátil, com muitas ferramentas para cada trabalho ou apenas um conjunto de ferramentas rígidas para cada trabalho?

A flexibilidade permite ao usuário abordar os trabalhos de maneiras mais eficientes para o material necessário e ferramentas e máquinas disponíveis naquele momento.

Em outras palavras, você precisa determinar se o sistema CAM é ideal para as pessoas, suas peças e suas máquinas.

O sistema deve ser poderoso, rápido e fácil de usar e flexível.

Para que assim, lhe ajude a reduzir custos e aumentar seu lucro.

ERROS NA TELA NUNCA SÃO TÃO CAROS QUANTO ERROS NA MÁQUINA CNC.

 

6. Você precisará de visualização realista para maior produtividade.

Muitos fornecedores de CAM alegam falsamente "o que você vê é o que obtém". Portanto, não é irracional pedir uma prova.

Se o seu programador estiver enganado sobre o acabamento da superfície, haverá desperdício na máquina.

Isso é mais crítico para fresamento multi-eixo e fresagem multitarefa, onde a falta de precisão pode causar um problema grave e dispendioso tempo e reparo.

Para testar a precisão, a simulação de um trabalho de usinagem multitarefas é um bom teste.

A simulação é melhor se inclui acessórios, ferramentas e outros suportes de trabalho, porque isso é ainda mais próximo da simulação real na máquina.

Sendo assim, a simulação completa de cada coisa na máquina real também permite maior otimização dos programas CNC, porque você pode ver movimento ineficiente.

A visualização precisa, a renderização precisa do caminho da ferramenta e a simulação exata da cinemática da máquina reduzem os erros.

Ou seja, reduzem o desperdício e aumentam a produtividade na máquina.

deteccao-colisao-trombada-de-maquina-cnc-5-eixos.jpg

7. Analise o desenvolvimento do pós-processador e a flexibilidade com as opções de pós-processador.

Desenvolvedores de software de CAM dedicados a seus clientes terão uma equipe de pós-processadores corporativos dedicada.

Assim, os clientes nunca precisem se preocupar com o desenvolvimento do pós-processador.

No entanto, eles terão um pós-processador universal disponível para que os clientes que escolherem possam desenvolver seus próprios posts, conforme necessário.

Um desenvolvedor de software CAM mais avançado oferecerá dois níveis de pós-processador universal.

Um que serve para uso geral e conhecimento comum de controles CNC, e que oferece toda essa capacidade geral.

E um que permite programar todas as funções sofisticadas de controles de nível superior e as máquinas-ferramentas mais complexas.

 

8. Determinar a disponibilidade, qualidade e profundidade do suporte ao cliente.

Seu software CAM deve ser apoiado por um suporte ao cliente experiente de um representante local e reforçado com o suporte do desenvolvedor corporativo.

A resposta a questões tecnicamente difíceis geralmente é mais rápida quando o suporte principal pode contar com suporte igualmente forte.

 

9. Teste para continuo suporte de software.

Testar para suporte de software pode ser uma tarefa difícil.

Pois, o número total de instalações só prova a capacidade de venda de um fornecedor.

Duas coisas que podem dizer muito são:

  • Referências dentro de sua área.
  • Número e tipo de pós-processadores que o desenvolvedor de software mantém para máquinas antigas e novas.

As referências podem fornecer informações sobre o suporte do revendedor e do corporativo.

Enquanto, o número e o tipo de postagens podem mostrar dedicação ao suporte de longo prazo.

Uma variedade no tipo (centro de usinagem, multi-eixo, torno, centro-torneamento, multitarefa, estilo suíço) e marcas de controles podem mostrar flexibilidade contínua e amplitude de produto.

 

10. Espere! Você tem certeza?

Antes de assinar, como está certo o fornecedor que o software dele funcionará para você? E como você está certo?

As surpresas pós-compra podem ser muito caras. Logo, descobrir que o software não funciona no mundo real da sua operação, depois de adquirido, pode ser um grande problema.

E também, é um desapontamento no orçamento descobrir que algum software que você requisitou custará mais.

Nesse caso, a solução fácil é devolvê-lo... mas somente se houver uma política de garantia fácil. Portanto, verifique se há uma política de devolução em garantia.

O fornecedor aceitará o retorno total do software, seja qual for o motivo?

Nesse caso, se sim, pode demonstrar o seu nível de confiança e deve dar-lhe tranquilidade quanto à sua escolha.

 

Gostou? Acesse nossas redes sociais Facebook e LinkedIn e fique por dentro das nossas novidades!

Uma das atividades mais comuns e necessárias no processo de corte, dobra e repuxo, é a eletroerosão a fio.

A construção do ferramental sempre implica em algumas operações de corte que podem ser mais ou menos complexas. Algumas delas podem e devem ser automatizadas e as outras podem ter um grande nível de complexidade.

A tecnologia CAD/CAM tem sido tradicionalmente focada em processos de fabricação com retorno significativo do investimento. E, portanto, tem abordado principalmente o projeto e fresamento em 2, 2.5, 4 e 5 eixos.

Mas os processos que poderiam ser chamados de "processos menores", como o Torno CNC ou a Eletroerosão a Fio, eram considerados produtos complementares. O desenvolvimento do produto foi afetado de acordo com essa ideia.

A construção do ferramental sempre implica em operações de corte, alguma delas são realmente muito complexas.

Soluções completas, balanceadas, padronizadas e globaiscorte a fio 3D simulacao

Outro ponto relevante é a presença de novos produtos chegando ao mercado e usando diferentes canais de venda, como fornecedores de máquinas e distribuidores.

Então geralmente "funcionando bem", mas apenas para algumas máquinas especiais e / ou configurações, sem suporte e sem possibilidades de atualização.

Com a recessão da indústria de ferramental e a necessidade real de encontrar novos mercados e soluções mostram a indústria de ferramental como a meta natural para o crescimento das vendas e a manutenção da participação de mercado.

Outro aspecto importante desta questão é a crescente necessidade de soluções completas, equilibradas, padronizadas e globais.

Uma vez dentro deste mercado, nos encontramos com a grande questão do eletroerosão a fio CNC. É claramente uma atividade muito importante para a produção de estampos.

corte a fioProcessos específicos para cada máquina de eletroerosão a fio CNC

Há alguns aspectos que precisamos esclarecer sobre isso: À primeira vista, pode-se imaginar que o processo de eletroerosão a fio CNC é um processo de produção simples.

Com facilidade de transferir o programa de uma máquina para outra (como para fresamento, simplesmente escolhendo um pós-processador diferente), definição rápida ... E estaremos realmente longe da situação real.

Contudo, ser fácil de trabalhar e automatizado deve ser um dos requisitos, mas a capacidade de transferir exige um conhecimento profundo da tecnologia de corte, da máquina e do controle da CNC.

Infelizmente, ou felizmente para as pessoas que conhecem o caminho, não é suficiente escolher outro pós-processador para obter o mesmo resultado da eletroerosão a fio em uma máquina diferente. Exceto por alguns casos muito simples.

Tabelas de parâmetros diferentes para máquinas diferentes de eletroerosão a fio

corte a fio agie charmilles

Outra premissa é que os cortes, tanto para o ferramental de precisão quanto para a indústria automotiva, podem exigir uma série de mudanças até obter a peça final válida.

Envolvendo processos de corte completos de 2 e 4 eixos, com todas as suas diferentes variações e usando geometria 3D.

Deixando de lado outros aspectos do serviço técnico, também descobrimos que é desejável que os processos de corte possam ser definidos no final do estágio de projeto.

Independentemente de qual possa ser a geometria final.É melhor evitar as dependências do chão de fábrica e as personalizações desnecessárias para desejos pessoais.

Como discutimos anteriormente, é comum encontrar um sistema CAM com alguma funcionalidade CAD vinculada à máquina de eletroerosão a fio EDM CNC. Porque ambos foram comprados juntos sem a opção de escolha.

No entanto, estes sistemas não oferecem a possibilidade de novas ferramentas de programação para máquinas diferentes ou novas e diferentes formas de trabalho.

Três máquinas diferentes significam três softwares diferentes e três maneiras diferentes de trabalhar. Esta não é realmente uma situação confortável.

Assim, solução FIKUS é uma das poucas soluções CAM para eletroerosão a fio. Fornecendo a abordagem correta com todas as máquinas CNC e tecnologias que podem ser encontradas neste campo complexo.

A parceria com o software CAD/CAM CIMATRON, a integração com as máquinas AgieCharmilles (diretamente dentro do CNC), assistentes de parâmetros Sodick / Fanuc / Mitsubishi / Agie Charmilles e a projeção internacional não são coincidência.

O manuseio da geometria de corte, as atualizações geométricas e a rápida análise geométrica CAD (muitas vezes, se torna muito difícil ou impossível dependendo do sistema), automação de procedimentos de corte e assistência tecnológica são simplesmente únicos.

Depois de obter as geometrias de corte, e é justo reconhecer aqui a espetacular e efetiva aplicação CIMATRON DIE para a criação de estampos progressivos.

O FIKUS, não menos espetacular, é capaz de gerar automaticamente a sequência de procedimentos de corte para as peças serem cortadas tendo em conta a tecnologia diferente de cada máquina.

Portanto, os procedimentos de corte personalizados pelo usuário podem ser agrupados em modelos para uso posterior em um trabalho semelhante.

Processos podem ser editados, modificados e exportados

O FIKUS permite que o usuário escolha a tecnologia para a máquina de erosão específica. Uma vez carregada a geometria, seja diretamente no Fikus CAD ou no CIMATRON ™.

Então, o sistema Fikus reconhecerá automaticamente os pontos de entrada (o centro do círculo é o caminho comum), a geometria de corte (elementos simples ou agrupados).

No fim, o Fikus Technology Wizard aplicará a seqüência de procedimentos de corte, de acordo com os parâmetros tecnológicos selecionados (tipos de material e fio, qualidade a ser atingida, altura da peça e outros).

O Fikus Technology Wizard faz tudo automaticamente: Obtém os dados da geometria, lê as informações inseridas pelo usuário e compara tudo com o banco de dados fornecido pelo fabricante da máquina para gerar a sequência de corte correta.

Devemos também enfatizar aqui que o uso do Technology Wizard no FIKUS garante que o programa da máquina gerado está correto.

Concluindo, evita erros humanos, tão comuns ao usar as tabelas da máquina de eletroerosão a fio CNC, de forma manual. E não menos importante, todo o trabalho é feito em apenas alguns segundos.

https://youtu.be/c66hJf7ww8Q
Rua Prof. Altamir Gonçalves, 87
Jardim Gonçalves – Sorocaba/SP
CEP 18016-480
Horário: de segunda à sexta, das 8h às 12 e das 13h às 17h, exceto feriados.
© 2021 Fit Tecnologia. Todos os direitos reservados.
crosschevron-down